Como conciliar a autonomia infantil com a necessidade de manter a família unida?

autonomia infantil

O desenvolvimento das crianças é uma jornada repleta de aprendizados. Durante esse período, é importante que a família sempre a acompanhe de perto, mas também incentive a autonomia infantil. Mas como estimular a autonomia e conciliar isso com a união familiar? Para ajudar nesse processo, BIC Colorir se inspirou na nova animação da Universal Pictures, Os Croods 2: Uma Nova Era, e traz esse conteúdo exclusivo sobre o tema.

Ao longo da leitura, você entenderá melhor o que é essa tão falada autonomia e quais são as melhores maneiras de conciliar a união familiar com a independência dos filhos. Ficou curioso? Então, não perca tempo e acompanhe!

[Especial dia das crianças] Almanaque de atividades para completar e se divertirPowered by Rock Convert

Qual o papel da família no desenvolvimento da criança?

Antes de qualquer coisa, é importante destacar o papel da família no amadurecimento dos filhos. Como você já deve ter percebido, as crianças costumam refletir os comportamentos aos quais estão expostas. Por isso, um dos aspectos mais importantes do desenvolvimento infantil é reconhecer que você, como pai, mãe ou responsável, é constantemente vigiado pelos olhos atentos e curiosos dos seus pequenos.

É com isso em mente que você deve se comportar, evitando ao máximo apresentar condutas negativas. Lógico, isso exige um esforço. No entanto, essa é uma iniciativa fundamental para transferir noções de educação, respeito, carinho, disciplina, honestidade, dedicação e autonomia às crianças.

No fim das contas, é sempre bom lembrar que os seus filhos serão os protagonistas do amanhã. Por isso, o incentivo infantil traz consigo o objetivo de melhorar o futuro por meio da empatia, criatividade e independência dos pequenos.

A autonomia infantil é um aspecto que deve acompanhar o amadurecimento da criança em direção às próximas fases da vida. Felizmente, essa maturidade pode ser alcançada de maneira leve e consistente, sem que isso pressione a criança e faça com que ela perca sua infância.

Podemos dizer, inclusive, que jornada da autonomia infantil é muito similar a uma maratona, em que é preciso constância e ritmo. É importante reconhecer os diferentes padrões comportamentais — existem pequenos que nascem mais disciplinados, enquanto outros precisam ser mais estimulados.

O objetivo da família é, inicialmente, identificar o perfil comportamental de seus filhos. Depois, é possível incentivar o desenvolvimento da independência por meio da realização de tarefas simples, mas disciplinares.

O que é a autonomia infantil?

Equivocadamente, muitas pessoas encaram a autonomia infantil como se fosse um incentivo ao amadurecimento e distanciamento precoce — mas não é nada disso.

Uma criança independente não é a que levanta às 6h da manhã, faz as tarefas de casa e depois vai para a escola, tudo sozinha. Na realidade, ela é aquela capaz de realizar atividades primárias e cuidados básicos sem precisar da supervisão e/ou auxílio de um adulto. Ou seja, que tem autossuficiência — que é uma competência fundamental se considerarmos o cotidiano da maioria das famílias brasileiras.

Considere a pandemia causada pela Covid-19: mesmo com todos em casa, a rotina na maioria dos lares foi marcada por pais e mães fazendo um malabarismo multitarefas para conciliar o trabalho remoto com a atenção aos pequenos.

Nesse cenário, temos um exemplo claro de como a autonomia infantil é importante. Além de amadurecer a criança, essa independência também beneficia os familiares que podem, pouco a pouco, aumentar a confiança na autossuficiência de seus filhos, representada por práticas como:

  • ir ao banheiro quando sentirem que é necessário;
  • alimentar os animais de estimação;
  • separar roupas limpas das sujas;
  • preparar o material escolar;
  • guardar os brinquedos nos lugares certos;
  • organizar o quarto;
  • escovar os dentes depois das refeições;
  • amarrar sapatos;
  • arrumar a cama pela manhã;
  • comer sozinha, manuseando corretamente os talheres.

Qual a importância da autonomia infantil?

Compreendendo melhor o conceito e a aplicação da autonomia infantil, vale destacar a sua importância. Essa independência é o primeiro passo para a construção de uma conduta disciplinar. Quando são familiarizadas desde cedo com a autonomia, as crianças tendem a lidar melhor com os desafios seguintes da vida.

Com mais disciplina, os pequenos estarão preparados para atravessar jornadas escolares com mais desempenho e menos dificuldade. Consequentemente, isso aumenta a chance de eles encontrarem suas aptidões e se sentirem realizados no futuro.

Como conciliar autonomia infantil com a união da família?

A resposta é simples: estimulando a comunicação e o convívio. Em um primeiro momento, é importante entender que a autonomia infantil não significa independência plena e distanciamento, pois crianças independentes não são indiferentes às suas famílias.

Ainda assim, caso você sinta essa preocupação, os cuidados que pode tomar são aqueles que giram em torno da construção de boas memórias afetivas. Por meio da comunicação, cumplicidade e honestidade, é possível criar um vínculo de respeito e carinho emocional, repleto por boas experiências.

Inclusive, essa ideia foi trabalhada em Os Croods 2: Uma Nova Era, que chega aos cinemas brasileiros em 1o de julho. No longa, a família pré-histórica (os Croods) lida com os desafios da época, sempre unida sob a orientação reforçada pelo pai: “o bando fica junto”. Quando se deparam com outra família nesse vasto universo, os Bem Melhores, Eep, a jovem protagonista, encontra alguém da sua idade, Aurora.

Juntas, elas desafiam os muros (literalmente) e regras impostas pelas famílias e partem para uma aventura. A partir daí esse contraponto entre independência e união é trazido pelo filme de forma lúdica e divertida, abrindo espaço para a reflexão da importância do desenvolvimento da autonomia na fase infantil.

Como foi possível ver durante a leitura, a autonomia infantil trata-se de uma competência fundamental para a formação de crianças mais alegres, disciplinadas, organizadas e independentes — o que beneficia não apenas elas mesmas, mas todo mundo a sua volta.

E aí, você gostou deste post explicando a importância da autonomia infantil para o futuro das suas crianças? Então, aproveite para seguir aprendendo sobre o tema em nosso conteúdo sobre o desenvolvimento social das crianças!

As informações contidas neste material se fundamentam em estudos psicológicos da criança e servem de base para ajudar com o seu desenvolvimento e educação. Os resultados de tais métodos podem variar de acordo com cada criança, pois dependerão de aspectos individuais e sociais.

Notícias relacionadas

EnglishPortuguêsEspañol